domingo, 3 de novembro de 2013

Memória dos Paladares em Ouro Preto II

A cidade de Ouro Preto está localizada no estado de Minas Gerais, e foi a primeira cidade brasileira a ser declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO, em 1980. É considerada um “museu a céu aberto” e possui uma famosa arquitetura colonial, principalmente em seu Centro Histórico. Por essa razão, é sustentada pelo turismo, principalmente.
            A alimentação encontrada na cidade é a típica mineira, e chega a fazer parte da atração de tantos turistas. Dentre os pratos quentes, os mais encontrados tem como base o feijão e a carne de porco, desde o feijão mais simples, até o tutu de feijão, feijão tropeiro, caldo de feijão e a conhecida feijoada. O doce de leite e a goiabada figuram dentre os doces mais conhecidos, assim como o pão de queijo dentre os salgados. A bebida de maior prestígio é a cachaça, tradicional em Minas Gerais, ela é comercializada e consumida em todos os estabelecimentos comerciais da região de Ouro Preto também. Percebe-se que é uma culinária pesada e carregada de temperos.
No primeiro dia, o almoço foi feito no Restaurante Delírio em Lavras Novas, do lado de Ouro Preto, com muitas opções da comida local.

           
            Cozinhas Coloniais

            O Projeto Memória dos Paladares, além de pesquisar as culturas alimentares de Ouro Preto, procurou por cozinhas coloniais que remetessem ao período de maior prosperidade e importância da cidade.
            O estilo colonial é padrão em Ouro Preto, e as cozinhas deste estilo possuem elementos como o fogão a lenha, panelas de barro e de metal, vasilhames de barro, mesas e cadeiras de madeira bem trabalhadas. As cores quentes são as mais utilizadas.
        Em busca de cozinhas tradicionais que remetessem o estilo colonial, foram encontrados dois restaurantes: o Restaurante Forno de Barro e o Restaurante Ouro Preto:

      •  Restaurante Ouro Preto

                   Situado na Rua Conde de Bobadela, quarteirão ao lado da Praça Tiradentes, sua decoração colonial inclui um fogão a lenha e panelas de barro.



      • Restaurante Forno de Barro 

                       O Restaurante Forno de Barro tem sua entrada de frente para a Praça Tiradentes, e é umas das razões de ser um dos mais freqüentados da região, além de sua comida típica e decoração. Nas visitas ao restaurante, havia sempre muitos turistas e estudantes.


        
          Mesmo com a modernização das cozinhas, muitos restaurantes buscam manter a decoração colonial com alguns itens, como por exemplo, um forno ou fogão a lenha, panelas de barro, mesas de madeira, etc. Percebe-se a importância do estilo colonial nas lojas de decorações e móveis também.

 








Ana Lee é estudante do Bacharelado em Ciência & Tecnologia 
da Universidade Federal do ABC 
e bolsista do Projeto de Extensão Memória dos Paladares.