quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Cidadania e Direitos Culturais: Democratização e Ampliação de Acesso

Encontro de Diversidade Cultural do ABC

GT2- Cidadania e Direitos Culturais: Democratização e Ampliação de Acesso


Pai Nelson, casa “Mauter Axé”

Localizada em Diadema, a casa religiosa foi fundada em 1963 por sua mãe que veio do interior de Pernambuco para São Paulo. Como sua mãe sofria com problemas de saúde ele se responsabilizava por algumas atividades da casa, após o falecimento de sua mãe ele a assumiu, ele agora é o sacerdote religioso.
Pai Nelson teve sua inicialização à 39 anos, e é pertencente do Orixá Xanda e do Orixá Xando, é da Casa Matriz Salvador, que é a casa de sua mãe de santo.
Ele sente que sua religião é muito discriminada, e que muitas vezes isso ocorre pelo fato de que a pessoas não conhecem realmente o que é a sua espiritualidade, a sua fé, e que essa falta de conhecimento causa uma mistificação sobre o que se acredita e se busca no Candomblé. E deseja que um dia ainda veja todas as religiões se reunião para trocar informações, pois acredita que isso engrandeceria as mesmas.
Em sal casa religiosa, ele ensina as crianças sobre o respeito aos mais velhos, e sobre a verdadeira história do começo do Brasil.
“O Candomblé pede Paz!” – Pai Nelson.

Ana Maria Dietrich

Direito à memória X Dever à memória

- Comentou sobre o Nazismo e o incidente do holocausto, e o período da Ditadura e anistia política vivida no Brasil.

·         Conceito de Patrimônio:
- Conjunto de signos que referem práticas, valores e sensações do individuo, como ser biológico, e/ou como elementos do corpo social.
- Sensação de pertencimento – percepção que temos o valor da própria vida e de tudo o que ela representa.
*Isso de refere não só aos monumentos grandiosos, mas també, as ruínas e construções históricas, pois estas revelam o passado dessas sociedades.

·         Direito à Memória
- Patrimônio – imagem congelada do passado.
Dissociação com a função social, com o presente. Pensar que o patrimônio esta presente no nosso passado e no presente.

·         Dever da Memória

O holocausto foi uma tentativa de apagar a história, feita a partia da queima de documentos, como um apagamento do individuo. Isso também ocorreu durante o período da ditadura com os desaparecidos políticos.